Primeiro Dia

Criados para a Comunhão com Deus

 

Invocação:

Vinde adoremos o Senhor, fonte da sabedoria,

Com Santa Teresa de Jesus.

 

Poesia de Santa Teresa

Vossa sou, para vós nasci,

Que quereis Senhor de mim?

 

Soberana Majestade,

Eterna Sabedoria,

Bondade para a alma minha;

Deus sublime, suma bondade,

Olhai a grande vileza

Que hoje nos canta amor assim:

Que quereis, Senhor de mim?

 

Vossa sou pois me criastes,

Vossa, pois me redimistes,

Vossa, pois me sofrestes,

Vossa, pois me chamastes,

Vossa, porque me esperastes,

Vossa, pois não me perdi:

Que quereis, Senhor, de mim?

 

Se quereis, dai-me oração,

Se não, dai-me estiagem,

Se abundância e devoção,

E se não, esterilidade.

Soberana Majestade,

Só encontro paz aqui:

Que quereis, Senhor, de mim?

 

Texto bíblico:

«Depois, Deus disse: «Façamos o ser humano à nossa imagem, à nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.» 27 Deus criou o ser humano à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher.» Gn 1, 26-27

 

Texto de Santa Teresa

É considerar a nossa alma como um castelo todo ele de um

Diamante ou mui claro cristal, onde há muitos aposentos, assim como no Céu há muitas moradas. Que se bem o considerarmos, irmãs, não é outra coisa a alma do justo, senão um paraíso onde Ele disse ter Suas delícias. Pois, não é isso que vos parece que será o aposento onde um Rei tão poderoso, tão sábio, tão puro, tão cheio de todos os bens se deleita? Não encontro eu outra coisa com que comparar a grande formosura de uma alma e a sua grande capacidade; na verdade, os nossos entendimentos, por agudos que sejam, mal podem chegar a compreendê-la, assim como não podem chegar a considerar a Deus, pois Ele mesmo disse que nos criou à Sua imagem e semelhança. Pois, se isto assim é, como é, não há razão para nos cansarmos a querer compreender a formosura deste castelo; porque, ainda que haja diferença dele a Deus como do Criador à criatura, pois é criatura, basta dizer Sua Majestade que a alma é feita à Sua imagem, para que possamos entender a grande dignidade e formosura da alma.

Não é pequena lástima e confusão que, por nossa culpa, não nos entendamos a nós mesmos, nem saibamos quem somos.» Moradas 1,1,1

 

Preces:

 Ao celebrar a santidade e a sabedoria da Nossa Madre Santa Teresa de Jesus, invoquemos a Deus, por meio de Cristo que quis ser nosso irmão e amigo e rezemos:

 Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu que ensinaste a Santa Teresa a encontrar em Cristo a fonte da verdadeira vida, faz que escutando a Tua Palavra, cheguemos a beber a água da vida eterna.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu que no Teu Filho Jesus Cristo, deste a Teresa livro vivo e caminho de santidade, ajuda-nos a descobrir a Cristo na oração, para que, unidos a Ele, percorramos o caminho de perfeição até à meta.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que suscitaste na Igreja a família do Carmelo Teresiano para perpetuar o carisma da sua fundadora, concede a todos os carmelitas a graça de ser herdeiros do espírito de oração e zelo apostólico da santa Madre Teresa de Jesus.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Pai Nosso

Oração:

 «Ó Jesus meu! Que grande é o amor que tendes aos filhos dos homens! Que o maior serviço que se Vos pode prestar é deixar- Vos a Vós por seu amor e lucro. E então sois possuído mais inteiramente, porque, embora não se satisfaça tanto a vontade em gozar, a alma goza de Vos contentar a Vós». Exclamações VII, 3

 

 

Segundo Dia

Orar é tratar de amizade com Deus

 

Invocação:

Vinde adoremos o Senhor, fonte da sabedoria,

Com Santa Teresa de Jesus.

 

Poesia de Santa Teresa:

Alma, procura-te em Mim

e a Mim busca-me em ti.

 

Tão fielmente pôde o Amor

Alma, em Mim, te retratar

Que nenhum sábio pintor

Soubera com tal primor

Tua imagem figurar.

 

Foste, por amor, criada

Formosa, bela e assim

Dentro do Meu ser pintada.

Se te perderes, minha amada,

Alma, procura-te em Mim.

 

Porque Eu sei que te acharás

Em Meu peito retratada,

Tão ao vivo figurada

Que ao ver-te folgarás

Por te veres tão bem pintada.

 

E se acaso não souberes

Em que lugar Me perdi,

Não andes dali para aqui

Porque se encontrar Me quiseres

A Mim, Me acharás em ti!

 

 

Texto bíblico:

«O Senhor criou-me, como pri­mí­cias das suas obras,

desde o princípio, antes que crias­se coisa alguma.

23Desde a eternidade fui for­mada,

desde as origens, antes dos pri­mórdios da terra.

30eu estava com Ele como arqui­tecto,

e era o seu encanto, todos os dias,

brincando continuamente em sua presença;

31brincava sobre a superfície da Terra,

e as minhas delícias é estar junto dos seres humanos.»

(Pr 8, 22-23. 30-31)

 

«É este o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros como Eu vos amei. 13Ninguém tem mais amor do que quem dá a vida pelos seus amigos. 14Vós sois meus amigos, se fizerdes o que Eu vos mando. 15Já não vos chamo servos, visto que um servo não está ao corrente do que faz o seu senhor; mas a vós chamei-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi ao meu Pai.»

(Jo 15, 12-15)

 

Texto de Santa Teresa:

«E outra coisa não é, a meu parecer, oração mental, senão tratar de amizade – estando muitas vezes tratando a sós – com quem sabemos que nos ama. E se ainda O não amais, vendo o muito que vos vai em ter a Sua amizade e o muito que vos ama, passais por esta pena de estar muito com Quem é tão diferente de vós.» Vida 8,5

«Disse-me Sua Majestade: «Não tenhas medo, filha, que alguém te afaste de Mim»; … deu-me a sua mão direita, e disse-me: “Olha este cravo, ele é sinal de que desde hoje serás minha esposa. Até agora não o tinhas merecido; daqui em diante, olharás pela minha honra não só como Criador e como Rei e teu Deus, mas também como minha verdadeira esposa: a minha honra é já tua e a tua minha» Relações 35.

 

«Procurai logo, filhas, pois estais sós, arranjar companhia. E que melhor que a do mesmo Mestre que ensinou a oração que ides rezar? Representai-vos o mesmo Senhor junto de vós e vede com que amor e humildade Ele vos está ensinando. E crede-me, enquanto puderdes, não estejais sem tão bom Amigo. Se vos acostumardes a trazê-lO ao pé de vós e Ele vir que o fazeis com amor e andais procurando contentá-lO, não podereis – como dizem – afastá-lO de vós; nunca vos faltará; ajudar-vos-á em todos os vossos trabalhos; achá-lO-eis em toda a parte; e pensais que é pouco ter um tal Amigo a vosso lado?» CP 26,1

 

Preces:

 Ao celebrar a santidade e a sabedoria da Nossa Madre Santa Teresa de Jesus, invoquemos a Deus, por meio de Cristo que quis ser nosso irmão e amigo e rezemos:

 Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que como amigo fiel, revelas aos teus escolhidos os mistérios do teu imenso amor, une-nos a Ti com os laços da amizade divina, para que experimentemos o teu amor e o anunciemos aos nossos irmãos.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que te manifestas aos limpos de coração, purifica os nossos olhos para que te descubramos em todas as criaturas e em todos os acontecimentos.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu que resistes aos soberbos e amas os humildes, faz que andemos em verdade e vivamos ao serviço da Igreja.

 Senhor, venha a nós o teu reino

 

Pai Nosso

 Oração:

 «Ó Jesus meu! Que grande é o amor que tendes aos filhos dos homens! Que o maior serviço que se Vos pode prestar é deixar- Vos a Vós por seu amor e lucro. E então sois possuído mais inteiramente, porque, embora não se satisfaça tanto a vontade em gozar, a alma goza de Vos contentar a Vós». Exclamações VII, 3

 

 

 

 

Terceiro Dia

«Eu dei-te o meu Filho, o Espírito Santo e a Virgem. E tu o que me dás?»

 

Invocação:

Vinde adoremos o Senhor, fonte da sabedoria,

Com Santa Teresa de Jesus.

 

Poesia de Santa Teresa:

Formosura de Deus

Formosura que excedeis

A todas as formosuras.

Sem magoar, dor fazeis

Como sem dor desfazeis

O amor das criaturas.

 

Oh! laço, que assim juntais

Duas coisas sem igual!

Não sei porque desatais

Pois atando força dais

A ter por bem o que é mal.

Vós juntais quem não tem ser

Com o ser que não acaba.

Sem acabar, acabais,

Sem ter que amar, Vós amais

E engrandeceis nosso nada.

 

Texto Bíblico:

«Se me tendes amor, cumprireis os meus mandamentos, 16e Eu apelarei ao Pai e Ele vos dará outro Paráclito para que esteja sempre convosco, 17o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; vós é que o conheceis, porque permanece junto de vós, e está em vós.»

«Se alguém me tem amor, há-de guardar a minha palavra; e o meu Pai o amará, e Nós viremos a ele e nele faremos morada.» Jo 14, 15-17.23

Texto de Santa Teresa:

«Parecendo-me que claramente entendia ter presente toda a Santíssima Trindade em visão intelectual, (…) parecia-me que me falavam todas as três Pessoas, e que se representavam dentro da minha alma distintamente, dizendo-me que desde este dia veria melhoria em mim em três coisas, que cada uma destas Pessoas me faziam mercê» (Relações 16,1).

«Poderia alguém amar o Pai, sem amar o Filho e o Espírito Santo?» Não, quem contentar a uma destas três Pessoas divinas, contenta às outras três, e quem a ofender o mesmo. Poderá o Pai estar sem o Filho e sem o Espírito Santo? Não, porque é uma essência, e onde está um estão os três, porque não se podem dividir. (…) é Deus todo-poderoso, e como o quis o pode, e assim poderá tudo o que quiser; e enquanto menos entendo, mais o creio e faz-me maior devoção. Seja para sempre bendito». (Relações 33)

 

Preces:

 Ao celebrar a santidade e a sabedoria da Nossa Madre Santa Teresa de Jesus, invoquemos a Deus, por meio de Cristo que quis ser nosso irmão e amigo e rezemos:

 Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que vens habitar com Cristo e com o Espírito Santo naqueles que amam e cumprem a tua palavra torna-nos cada dia mais sensíveis à caridade derramada em nossos corações pelo Espírito Santo.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que estabeleceste a Igreja sobre o ministério de Pedro e dos apóstolos, por intercessão de santa Teresa, nossa Madre, abençoa o Papa Francisco, os bispos e todos os sacerdotes.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Tu, que suscitaste na Igreja a família do Carmelo Teresiano para perpetuar o carisma da sua fundadora, concede a todos os carmelitas a graça de ser herdeiros do espírito de oração e zelo apostólico da santa Madre Teresa de Jesus.

Senhor, venha a nós o teu reino

 

Pai Nosso

 

Oração:

 «Ó Jesus meu! Que grande é o amor que tendes aos filhos dos homens! Que o maior serviço que se Vos pode prestar é deixar- Vos a Vós por seu amor e lucro. E então sois possuído mais inteiramente, porque, embora não se satisfaça tanto a vontade em gozar, a alma goza de Vos contentar a Vós». Exclamações VII, 3

 

 

15 De Outubro

Solenidade de Santa Teresa de Jesus

 

 

Invocação:

Vinde adoremos o Senhor, fonte da sabedoria,

Com Santa Teresa de Jesus.

 

Poesia de Santa Teresa:

 

Vivo sem viver em mim
E tão alta vida espero,
Que morro por não morrer

Vivo já fora de mim,
Depois que morro de amor,
Porque vivo no Senhor,
Que me quis só para si.
Meu coração lhe ofereci
Pondo nele este dizer:
Que morro por não morrer.

Esta divina prisão
Do amor em que hoje vivo,
Tornou Deus o meu cativo
E livre meu coração.
E causa em mim tal paixão
Deus meu prisioneiro ver,
Que morro por não morrer.

 

 

Texto Bíblico:

«Eu manifestei a tua glória na Terra, levando a cabo a obra que me deste a realizar. 5E agora Tu, ó Pai, manifesta a minha glória junto de ti, aquela glória que Eu tinha junto de ti, antes de o mundo existir. 6Dei-te a conhecer aos homens que, do meio do mundo, me deste. Eles eram teus e Tu mos entregaste e têm guardado a tua palavra. É por eles que Eu rogo. Não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me confiaste, porque são teus.» (Jo 17, 4, 6, 9)

 

Texto de Santa Teresa:

«Pediu que lhe dessem o Santíssimo Sacramento, porque entendia que estava a morrer. Quando viu que o traziam, sentou-se na cama com grande ímpeto, de tal maneira que foi necessário detê-la, porque parecia que se ia atirar da cama. Dizia com grande alegria:

“Meu Senhor, já é tempo de caminhar. Seja em boa hora, e cumpra-se a vossa vontade”. E começou a dizer umas palavras muito ternas e amorosas: “Oh Senhor meu e Esposo meu, é chegada a hora tão desejada. Hora é já que nos juntemos”. (Declarações de testemunhas)

«Acabamos de conferir o, melhor dito, acabamos de reconhecer a Santa Teresa de Jesus o título de doutora da Igreja. Temo-la diante de nós como uma mulher excepcional, como uma religiosa que toda envolta de humildade, simplicidade e penitência, irradia à sua volta a chama da sua vitalidade humana e da sua dinâmica espiritual; vemo-la além disso como reformadora e fundadora de uma histórica e insigne Ordem religiosa, como escritora genial e fecunda, como mestra de vida espiritual, como contemplativa incomparável e uma alma activa incansável.

A doutrina de Teresa de Ávila brilha pelos carismas da verdade, da fidelidade fé católica, da utilidade para a formação das almas. Consideramo-la como um dos supremos mestres da vida espiritual.» (Homilia de Paulo VI, ao declarar Santa Teresa Doutora da Igreja)

 

Preces:

Aclamemos com jubilo a Cristo, Senhor da glória, e coroa de todos os santos, que nos concede celebrar a Solenidade de Santa Teresa, nossa Madre, e digamos:

Nós te Louvamos Senhor

Senhor, fonte de vida e de santidade, que mostras nos teus santos as maravilhas do teu amor, hoje queremos cantar as tuas misericórdias com a Nossa Madre Teresa de Jesus.

Nós te Louvamos Senhor

Tu, que desejas abrasar o mundo inteiro com o fogo do teu amor, faz que sejamos testemunhas do teu amor e misericórdia, à imitação de Santa Teresa.

Nós te Louvamos Senhor

Tu, que suscitaste na Igreja a família do Carmelo Teresiano para perpetuar o carisma da sua fundadora, concede a todos os carmelitas a graça de ser herdeiros do espírito de oração e zelo apostólico da santa Madre Teresa de Jesus.

Nós te Louvamos Senhor

 

Pai Nosso

Oração:

 «Ó Jesus meu! Que grande é o amor que tendes aos filhos dos homens! Que o maior serviço que se Vos pode prestar é deixar- Vos a Vós por seu amor e lucro. E então sois possuído mais inteiramente, porque, embora não se satisfaça tanto a vontade em gozar, a alma goza de Vos contentar a Vós». Exclamações VII, 3