Cobrei-lhe particular afecto, que não há para mim maior gosto que tratar com pessoas que fazem oração. Dizem alguns que este é um caminho direito. Não me parece a mim, senão caminho real, que de certeza leva ao Reino prometido.

Comece, pois, com uma determinada determinação, dedicando cada dia um pouco do seu tempo a estar na presença de Quem tanto nos ama. E nunca deixe a oração por muitas securas, tropeços e distracções que o demónio lhe ponha diante; que tempo virá em que o Senhor lhe pague tudo junto. Ponha os olhos em Cristo e em tudo o que Ele passou por nosso amor, e tudo se lhe fará pouco.

Fique vossa mercê com Deus e com a gloriosa Virgem Maria, Nossa Senhora. Ela não esteve um instante da Sua vida sem tratar de amor com o Seu divino Filho e assim há-de ser a nossa principal Mestra de oração, junto com o meu Pai e Senhor S. José, que tão intimamente tratou com Sua Majestade na terra. E mantenha-se neste caminho, sem abandonar o Seu Senhor, que Ele mesmo ensina que começar é de muitos e perseverar de poucos; e nestes tempos duros são necessários Amigos Fortes de Deus.

Fico serva de Vossa Mercê

Teresa de Jesus