Este desejo ardente de Jesus é o que dá o verdadeiro sentido à nossa Quaresma. Jesus di-lo aos seus discípulos quando está a chegar a sua hora e di-lo a cada um de nós no início de cada um de nós como preparação para a Páscoa.

Fazer silêncio e acalentar dentro de nós este desejo ardente de Jesus faz-nos entrar dentro do Seu Coração, dos seus sentimentos, das suas aspirações, do segredo íntimo da sua alma. Quando deixamos que esta palavra ecoe dentro do nosso coração chegamos a sentir na nossa vida «a altura, a profundidade, a largura e o cumprimento do Amor de Deus por nós. O amor infinito com que somos amados.

Quando Jesus nos diz: «Desejei ardentemente comer contigo esta Páscoa antes de padecer», Ele está a dizer-nos três coisas distintas. A primeira é: desejei ardentemente expiar o teu pecado. A segunda: desejei ardentemente dar-te a minha vida. A terceira: desejei ardentemente que conhecesses o amor do Pai.

Ao manifestar o desejo de comer a Páscoa connosco, Jesus diz a todos e a cada um de nós: Eu desejo libertar-te do teu pecado, das tendências do mal que dominam o teu coração, daquilo que não te deixa sentir a alegria da fé, a alegria dos filhos de Deus. Vemos Jesus ajoelhado diante de nós a dizer-nos, o mesmo que a Pedro, «se Eu não te lavar os pés não terás parte comigo». Abramos-Lhe o nosso coração e deixemos que Ele o lave com a água e o sangue que saem do Seu coração e vêm até ao nosso, para nos fazer comer esta páscoa com Ele, para nos fazer passar dos nossos egoísmos ao seu amor.  Façamos silêncio e escutemos Jesus dentro do nosso coração a dizer-nos: “desejei ardentemente expiar o teu pecado”.

Outra coisa que Jesus nos diz é: desejei ardentemente dar-te a minha vida. «Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Aquele que come a minha carne viverá por mim». Jesus deseja ardentemente que tenhamos vida e vida em abundância, foi para isso que Ele veio. Ele quer dar-nos a Sua própria vida, porque só essa permanece para sempre. Antes da Cruz, Ele quer dar-nos a comer o Seu Corpo e a beber o Seu Sangue, para termos em nós a Sua própria vida e não sucumbirmos ao peso da cruz de cada dia.

Quando O escutamos dizer: “Desejei ardentemente comer contigo esta Páscoa” estamos perante a maior declaração de amor de Deus à nossa vida: “Isto é o meu corpo entregue por ti”. E este amor é o que Ele nos manifestou na Última Ceia e nos manifesta em cada Eucaristia. Olhemos Jesus dentro de nós e deixemos que Ele nos diga: «Isto é o meu corpo entregue por ti». Deixemos que entre em nós a vida de Jesus para passarmos de nós a Ele e vivermos com Ele esta Páscoa.

E a última palavra de Jesus é: “Desejei ardentemente que conhecesses o Amor do Pai”. «Eu sou o Caminho a Verdade e a Vida». «Ninguém vai ao Pai senão por mim». Ao desejar comer connosco esta Páscoa, Ele quer-nos dar a conhecer o grande amor que o Pai nos tem. «Vede que admirável amor o Pai nos consagrou ao nos chamar filhos de Deus e nós somo-lo de facto». Jesus deseja que cada um de nós faça a experiencia do amor do Pai; que cada um de nós escute a voz do Pai a dizer-nos: «Tu és meu Filho muito amado em que ponho as minhas complacências». «Tu és precioso aos meus olhos, és honrado, e Eu amo-te».

Fixemos os olhos em Jesus e deixemos que Ele ilumine a nossa fé e nos mostre o Amor do Pai. Se assim fizermos será Páscoa de Jesus em nós. Ele passará pela nossa vida e deixará em nós a marca da Sua Ressurreição:

“Desejei ardentemente expiar o teu pecado para que o Amor com que sou amado, pelo meu Pai, esteja em ti e eu esteja em ti”.

Senhor Jesus,
Vem hoje comer comigo a Tu Páscoa;
Ilumina a minha vida
Para que reconheça os meus pecados
E me abra à tua graça.

Obrigado
por expiares o meu pecado
para me unires a Ti e
me dares a Tua Vida.
Que cada Eucaristia seja para mim
A Tua entrega de amor sem limites
E um renovado compromisso de fidelidade
Em que me dizes:
‘Isto é o meu Corpo entregue por Ti’.
Assim unido a Ti,
Comendo contigo a Tua Páscoa
Viverei por Ti como Tu vives pelo Pai.

Senhor Jesus,
Eu desejo ardentemente
Comer ConTigo esta Páscoa,
Vem celebrar a Tua Páscoa
Na minha vida.
Amen.